Noticias

VEREADORES SUGEREM CRIAÇÃO DE CICLOPATRULHA EM CURITIBA - Bruno Pessuti

VEREADORES SUGEREM CRIAÇÃO DE CICLOPATRULHA EM CURITIBA

14 de Maio de 2013
Legenda: Patrulhamento com uso de bicicletas protege o meio ambiente, possui baixo custo operacional e permite maior integração com a comunidade (Foto: Adriano Rabiço)

O vereador Bruno Pessuti (PSC), presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara Municipal, protocolou nesta semana sugestão à Prefeitura de Curitiba para criação de uma Ciclopatrulha, unidade da Guarda Municipal que realizaria o patrulhamento utilizando bicicletas.
A proposta número 401.00161.2013 - que também foi elaborada pelos vereadores Jonny Stica/PT (presidente da Comissão de Urbanismo e Obras Públicas), Chico do Uberaba/PMN (presidente da Comissão de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e Segurança Pública) e Professora Josete/PT (presidente da Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização) - foi aprovada pelos demais vereadores na sessão plenária desta terça-feira (14).
O nome técnico para este tipo de patrulhamento, segundo o vereador Bruno Pessuti, é Policiamento de Proximidade com Bicicletas, conhecido como PPB. “Trata-se de um patrulhamento que protege o meio ambiente e possui baixo custo operacional, inclusive com a possibilidade de parcerias com a iniciativa privada para fornecimento de equipamentos”, destacou Bruno, ressaltando, ainda, que a sugestão partiu de integrantes da própria Guarda Municipal.
Para o guarda municipal Juliano Oliveira, que desde 2005 trabalha com a ciclopatrulha responsável pelo monitoramento de parques e praças de Curitiba, o PPB é o que há de mais moderno em policiamento comunitário hoje. “Este tipo de policiamento permite grande interação com a comunidade, com a vantagem de permitir maior agilidade aos policiais em serviço”, comentou.
Atualmente Curitiba conta com 60 guardas municipais que utilizam bicicleta para monitorar parques e praças da cidade.
De acordo com a sugestão dos vereadores, caberá à Prefeitura estruturar uma equipe de patrulhamento feito por guardas municipais com a utilização de bicicletas, tendo o centro da cidade como projeto piloto para que seja analisada a viabilidade da iniciativa. O Conselho de Segurança dos Bairros (CONSEG) responsável pela região central da cidade apoia a proposta.

Agência Ehcom