Noticias

Uso obrigatório do cartão transporte nos ônibus de Santos reduz assaltos em 80% - Bruno Pessuti

Uso obrigatório do cartão transporte nos ônibus de Santos reduz assaltos em 80%

09 de Julho de 2013
Em Santos, no litoral paulista, o uso do cartão transporte para pagamento das passagens de ônibus tornou-se obrigatório há pouco mais de um mês e já apresenta benefícios: trouxe maior agilidade e praticidade no embarque e reduziu em 80% a quantidade de assaltos às linhas de ônibus.
O modelo adotado em Santos se assemelha a junção de três propostas do vereador Bruno Pessuti (PSC) para o sistema de transporte de Curitiba: a criação do Bilhete Único, uma nova modalidade tarifária que possibilitaria, ao passageiro, o uso do sistema de transporte público por um determinado período de tempo pagando apenas uma única passagem; a obrigatoriedade de uso do cartão transporte nos micro ônibus da capital paranaense, e a criação do cartão transporte com créditos limitados.
“A tecnologia deve ser usada em favor da comodidade do usuário e da segurança de quem trabalha no transporte coletivo”, afirma o vereador. “Com estas mudanças que propomos conseguiremos deixar o sistema mais acessível e eficiente, aumentando o número de usuários, e, consequentemente, conquistando poder de negociação quanto aos valores da tarifa”, avalia Bruno Pessuti, que é relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte Coletivo de Curitiba.
EXPERIÊNCIA SANTISTA - Em Santos existem dois tipos de cartão, o convencional e o chamado “cartão múltiplo” que vem pré-carregado com duas, quatro ou 10 passagens comercializadas pelo preço da tarifa praticada.
O cartão múltiplo é indicado para passageiros eventuais do transporte municipal e está disponível em mais de 260 locais - incluindo hotéis, papelarias, postos de combustível, drogarias, bancas de jornal e lotéricas, entre outros pontos de venda. Para aquisição do cartão basta apresentação da cédula de identidade (RG) e do CPF.
De acordo com entrevista concedida pelo prefeito santista, Paulo Alexandre Barbosa, ao jornal Tribuna 1ª Edição, veiculado na filiada da rede Globo em Santos, com a obrigatoriedade do uso do cartão transporte o número de usuários do sistema saltou de 3 mil, no ano passado, para 107 mil. Outro benefício apontando pelo prefeito foi a redução do número de assaltos, que caiu de 22 por mês para apenas quatro.