Noticias

Relatório da CPI do Transporte Coletivo é entregue para Prefeitura e Ministério Público do PR - Bruno Pessuti

Relatório da CPI do Transporte Coletivo é entregue para Prefeitura e Ministério Público do PR

05 de Dezembro de 2013
O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte Coletivo da Câmara Municipal foi entregue nesta quinta-feira (05) à Prefeitura de Curitiba e ao Ministério Público do Paraná. Com mais de 4 mil páginas, o documento produzido pelo vereador Bruno Pessuti (PSC), relator da CPI, traz informações que apontam indícios de fraude e outras irregularidades que agora serão investigas nestas duas esferas.

Ao prefeito Gustavo Fruet, que parabenizou a Câmara pela iniciativa, os vereadores destacaram a possibilidade de redução da tarifa e pediram a nulidade da licitação e dos contratos dela originados. “Ele foi muito receptivo e disse que fará o que estiver ao seu alcance para reduzir a tarifa, mas que muitas decisões não dependem apenas da Prefeitura”, disse. “Como exemplo, ele citou a renovação do subsídio junto ao governo estadual, que em fevereiro de 2014 irá novamente aprofundar o debate sobre o transporte coletivo”, disse Bruno Pessuti.

No Ministério Público, o documento foi entregue ao procurador geral do Estado, Gilberto Giacoia, que também elogiou a atuação dos vereadores. “Assim como o Ministério Público, a Câmara tem, entre suas funções, o dever de fiscalizar. A Câmara está com uma agenda muito positiva e nos orgulhamos disso”, comentou.

Segundo o procurador, o documento entregue pela CPI será incorporado a uma ação que tramita no Ministério Público desde 2009.  “Estas informações irão contribuir em uma ação que busca identificar todos os tentáculos que estas distorções quanto ao patrimônio público podem alcançar”, afirmou.

Na próxima semana, os membros da CPI devem entregar o relatório ao para o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e à Receita Federal.