Noticias

Projeto de lei incentiva criação de estacionamentos para bicicletas em edifícios de Curitiba - Bruno Pessuti

Projeto de lei incentiva criação de estacionamentos para bicicletas em edifícios de Curitiba

09 de Setembro de 2013
Um projeto de lei dos vereadores Bruno Pessuti (PSC) e Jonny Stica (PT), protocolado nesta segunda-feira (09), poderá incentivar o cumprimento de uma lei que existe há mais de 30 anos: a lei municipal número 6273/81, que aborda os estacionamentos para bicicletas em edifícios da cidade.
A iniciativa dos vereadores pede a alteração desta lei para que se considere a área destinada ao estacionamento como “não computável” – isto é, não interfira no cálculo da área máxima de construção permitida em determinado terreno – quando forem instalados separadamente do espaço reservado para carros.  A medida será válida para todos os prédios que têm garagem para automóveis. Pelo menos 5% das vagas deverão ser destinadas exclusivamente às bicicletas.
“Desta forma pretendemos incentivar a criação de estacionamentos para trazer mais segurança aos proprietários de bicicleta, pois o uso deste modal de transporte sustentável irá aumentar cada vez mais tendo em vista as iniciativas recentemente apresentadas pela Prefeitura”, destacou o vereador Bruno Pessuti.

EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO PARA CICLISTAS
Ainda com o objetivo de estimular o uso da bicicleta como meio de transporte, Bruno Pessuti sugeriu à Prefeitura de Curitiba a criação de um curso de educação de trânsito gratuito para ciclistas. O objetivo é orientar os usuários de bicicleta quanto às leis vigentes e conscientizá-los acerca da boa convivência com os motoristas.
“As atuais campanhas de educação no trânsito, como a que conta com a personagem Vó Gertrudes, abordam a bicicleta, mas são mais direcionadas aos motoristas”, observou o vereador. A ideia é que o curso tenha aulas teóricas e práticas, abrangendo temas como segurança no trânsito, legislação, equipamentos de segurança, manutenção de bicicletas e saúde dos ciclistas.
Segundo o vereador, o aumento gradativo da conscientização no uso da bicicleta como modal de transporte sustentável irá motivar ainda mais os usuários – o que demonstra a necessidade de realização de ações educativas voltadas a este público.