Noticias

Com a aproximação da Copa do Mundo, Bruno Pessuti volta a defender cartão pré-pago para ônibus  - Bruno Pessuti

Com a aproximação da Copa do Mundo, Bruno Pessuti volta a defender cartão pré-pago para ônibus

26 de Março de 2014
A criação de um cartão de transporte pré-pago para ser utilizado pelos usuários do transporte coletivo em Curitiba voltou a ser defendida nesta quinta-feira (26), na Câmara Municipal, pelo vereador Bruno Pessuti (PSC). Para o parlamentar, esta iniciativa poderia melhorar a segurança aos trabalhadores e usuários do transporte coletivo, bem como proporcionar comodidade para turistas que estarão na cidade durante a Copa do Mundo.

“Além dos habituais visitantes, com a aproximação da Copa do Mundo milhares de turistas virão a Curitiba. Oferecer a estas pessoas a facilidade de se locomover pela cidade utilizando apenas um cartão contribui com a construção da Curitiba que queremos para o futuro: moderna, acessível e mais segura”, destacou o vereador.

Outro ponto citado por Bruno Pessuti para defender a necessidade de criação do cartão pré-pago foi a recente integração dos itinerários de ônibus com o software Google Maps, que agora possibilita que os usuários consultem horários e rotas pela internet e pelos aplicativos de smartphone como Moovit e Busão Curitibano

PROPOSTA

A ideia é que o cartão tenha créditos limitados. Cada crédito seria equivalente a uma passagem. Seria possível várias quantidades de crédito.

Além da criação do cartão pré-pago, Bruno Pessuti também sugeriu a ampliação dos pontos de venda dos cartões. “Não é mais admissível que um turista que deseja utilizar o transporte coletivo só consiga fazer isso com dinheiro vivo.  Com o cartão transporte pré-pago isso não é um problema, pois os turistas poderão adquirir o cartão no aeroporto e na rodoviária, logo na chegada.”, explicou.

Atualmente os cartões estão disponíveis apenas nos postos de atendimento da URBS na Rodoferroviária, nas Ruas da Cidadania do Boa Vista, Boqueirão, Matriz, Pinheirinho e Portão, e na Unidade de Atendimento do bairro Tatuquara. Para a compra é exigida a apresentação de comprovante de residência e documentos como CPF e RG.


De acordo com a proposta do vereador, o cartão poderia ser comercializado em bancas de revistas e lojas de conveniência, entre outros estabelecimentos comerciais.

 
VANTAGENS

A proposta visa facilitar para quem não usa o ônibus com frequência, porém até mesmo o usuário frequente pode ser beneficiado, visto que se ele esquecer o cartão um dia, poderá adquirir um cartão com dinheiro ou até mesmo cartão de crédito em um dos pontos de venda.

Ainda, é possível que o cartão pré-pago seja uma solução para o impasse da dupla função, fazendo com que apenas o pagamento eletrônico seja aceito nesses ônibus. Assim, é até possível a redução de custos no sistema, visto que motoristas de micro-ônibus recebem um adicional para fazer a função de cobrador.

Os turistas ou pessoas que passarão poucos dias na cidade seriam beneficiados com o cartão pré-pago.

O cartão pré-pago poderá ter símbolos de Curitiba e turistas, nacionais e estrangeiros, poderão guardá-los como lembrança de nossa cidade.

Para quem não quiser guardar, os ônibus terão lixeiras exclusivas para o descarte correto do cartão.

O sistema de cobrança eletrônico, mais seguro, fica menos burocrático, pois não precisa apresentar documentos e comprovante de residência para andar de ônibus.