Noticias

Bruno Pessuti solicita à Prefeitura a inclusão de vereadores na comissão que discute tarifa de ônibus da capital - Bruno Pessuti

Bruno Pessuti solicita à Prefeitura a inclusão de vereadores na comissão que discute tarifa de ônibus da capital

30 de Janeiro de 2013

O vereador Bruno Pessuti protocolou nesta quinta-feira (17), um requerimento solicitando à Prefeitura de Curitiba a indicação de dois vereadores para integrar a comissão que vai definir o novo valor da tarifa de ônibus da capital.
Segundo ele, os vereadores têm um papel fundamental nas discussões e decisões que envolvem a cidade de Curitiba, podendo contribuir com ideias para conter o desequilíbrio do Sistema Integrado de Transporte Coletivo e torná-lo mais atrativo ao usuário com preço justo.
Bruno lembrou que, recentemente, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp) comunicou que o custo do sistema eleva a tarifa técnica para R$ 3,10. A planilha da URBS aponta uma tarifa técnica de R$ 2,89 e a tarifa cobrada do usuário está em R$ 2,60. O equilíbrio financeiro do sistema é mantido com o subsídio do Governo Estadual, cujo contrato termina em maio. Sendo assim, a partir dessa data o sistema integrado poderá entrar em colapso se novas soluções não forem adotadas", avaliou Bruno.
No requerimento, o vereador Bruno Pessuti ressaltou o papel fiscalizador e participativo da Câmara Municipal nas decisões que envolvem a Cidade de Curitiba e os constantes questionamentos da sociedade em relação ao tema.
"Temos contato direto com a população e sabemos quais são as suas principais demandas quanto ao transporte coletivo. A nossa proposta é somar esforços e contribuir para que Curitiba possa melhorar o seu transporte público e atrair novos usuários", afirmou Bruno que é engenheiro mecânico, graduado na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC).
Bruno também comentou a sugestão do vereador Helio Wirbiski (PPS) de que seja criada uma Comissão de Transporte e Mobilidade Urbana na Câmara de Vereadores, que deverá discutir o preço da passagem de ônibus e a construção do metrô na capital.
"Apoiamos esta iniciativa, tendo em vista que uma das nossas propostas de campanha é o Bilhete único para o transporte público em Curitiba. Além disso, vamos trazer para a Câmara discussões ainda mais amplas que incluam a mobilidade urbana como um todo", finalizou Bruno.
A Comissão - Criada pelo prefeito Gustavo Fruet no dia 03 de janeiro, a Comissão é coordenada pelo presidente da URBS, Roberto Gregório da Silva Jr e composta pelo secretário municipal de Trânsito, Joel Kr�ger, representantes do Ministério Público Estadual (MP) e de entidades da sociedade civil organizada.
Além de solicitar uma série de dados às empresas de ônibus, a comissão poderá pedir uma auditoria no sistema de transporte e no fundo administrado pela URBS, caso considere necessário.
"