Mandato

Bruno Pessuti pede informações sobre fiscalização da poluição sonora provocada por trens  - Bruno Pessuti

Bruno Pessuti pede informações sobre fiscalização da poluição sonora provocada por trens

11 de Novembro de 2013
O vereador Bruno Pessuti (PSC) encaminhou à Prefeitura, na última semana, um pedido de informação oficial sobre a fiscalização dos ruídos dos trens que circulam dentro de Curitiba. Entre os questionamentos do vereador está a regulamentação da Lei do Silêncio (Lei 10.625), que em 19 de dezembro de 2002 estabelecia prazo de 90 dias para ser realizada.

“Esta é uma questão antiga e que há mais de dez anos é esperada pelos moradores do entorno de linhas férreas. Acredito que a regulamentação ainda não tenha sido feita”, explicou Bruno Pessuti. Segundo o vereador, os moradores se queixam de apitos que ultrapassam os 100 decibéis e podem ser caracterizados como perturbação do sossego.

O vereador também abordou em seu pedido a Lei 11.406/2005, que dispõe sobre a obrigatoriedade de instalação de cancelas nas passagens de nível. “As passagens de nível são os cruzamentos entre ruas e a linha férrea, local o trem é obrigado a buzinar para alertar sua passagem a motoristas e transeuntes. Com as cancelas, o apito seria desnecessário”, informou o vereador, que ainda acrescentou que o ideal seria a retirada da linha férrea de dentro da cidade.

Em 2009, a Prefeitura informou à Câmara Municipal que, devido ao vandalismo e dificuldades na manutenção, não estavam sendo implantadas novas cancelas, mas que os cruzamentos estavam sinalizados conforme o Código de Trânsito.

ANEL FERROVIÁRIO

Na última semana, o vereador protocolou uma emenda ao Plano Plurianual 2014-2017 solicitando a implantação de um anel ferroviário. De acordo com a sugestão de Bruno Pessuti, as linhas férreas já existentes seriam aproveitadas para o transporte de passageiros, enquanto a movimentação de cargas seria feita ao redor da cidade, na Região Metropolitana de Curitiba.

Foto: Hedelson Alves/Gazeta do Povo